sábado, 28 de abril de 2018

ANDRÉS INIESTA


HOMENAGEM A INIESTA
Andrés Iniesta


Despediu-se hoje do Barcelona Andrés Iniesta, um dos maiores jogadores de futebol dos tempos modernos. Vinte anos depois de ter ingressado no Barcelona, Iniesta anunciou que no fim desta época porá termo à sua participação na equipa catalã.
Pode não ter ganho os títulos individuais mais sonantes nestes dezasseis anos em que alinhou nas equipas principais do Barcelona e de Espanha, mas ninguém se compara a ele nos títulos colectivos que conquistou, fazendo justiça ao princípio de que o futebol é antes de qualquer outra coisa e acima de qualquer outra coisa um desporto colectivo.
Iniesta nunca sentiu a frustração de não ter ganho os prémios individuais que merecia. Os recordes individuais não constituíam a sua grande ambição como grande jogador de equipa que foi. O seu grande objectivo sempre foi  o de juntar à elegância e inteligência do seu futebol a vitória da equipa em que alinhava, contribuindo para essas vitórias com a indiscutível classe de ser o melhor jogador de equipa das competições em que participava
Essa a razão por que nenhum outro jogador no mundo somou nos últimos dezasseis anos tantos e tão importantes títulos colectivos como Iniesta


Campeão da Europa de Sub 17 (Espanha)
Campeão da Europa de Sub 19 (Espanha)
Oito Ligas de Espanha (Barcelona)
Seis Taças do Rei (Barcelona)
Sete Supertaças de Espanha (Barcelona)

Três Taças da Catalunha (Barcelona)

Quatro Ligas dos Campeões Europeus (Barcelona)
Três Supertaças Europeias (Barcelona)
Três Campeonatos Mundiais de Clubes (Barcelona)
Dois Campeonatos da Europa (Espanha)
Um Campeonato do Mundo (Espanha)


A Espanha vai sentir a falta do seu maior jogador deste século…









1 comentário:

Remigio Costa disse...

Andrés INIESTA tinha (tem) a capacidade de por a inteligência à interpretação do jogo apenas acessível aos génios. Individual e coletivamente no mesmo (aparentemente) franzino corpo não me recordo de ter conhecido melhor. E, depois, a simplicidade e a modéstia de anti-herói conferiam-lhe a aura de que só aos deuses é concedida. Com justiça.