sábado, 12 de novembro de 2011

PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA RESPONDE A OTELO

...E TRANQUILIZA OS PORTUGUESES...





Lê-se no Sapo on line transcrevendo declarações da PRG à Renascença: “Otelo será alvo de um inquérito se o apelo à revolução vier a ter consequências práticas”.
Ora bem. Não há nada como ter um Procurador-geral que confia no direito  e que acima de tudo sabe o que é o direito.
Esta visão intemporal do direito deixa os portugueses tranquilos….mas também filosoficamente arrasados.
O que Pinto Monteiro se esqueceu de dizer é que Otelo ainda tem uma condenação em atraso por ter subvertido a Ordem (agora tem que ser com letra grande, à Marcello Caetano) vigente em 24 de Abril de 1974.
O Pinto Monteiro que anda nestas coisas do direito, salvo erro, desde os finais da década de cinquenta já tinha tido mais que tempo para saber o que é o direito. Mas não é para admirar. Passa-se com ele o que se passa com tantos outros juristas. Digamos que é uma coisa parecida com a relação que existe entre a economia e a generalidade dos economistas…

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

Meu amigo, acredite, perde tempo...
Otelo diz coisas de pasmar, a sonhar...
O procurador, procura procurar...
Digamos... é "uma coisa parecida com a relação que existe entre a economia e a generalidade dos economistas…"

JM Correia Pinto disse...

Rogério
A propoósito, quis deixar um comentário no seu blogue sobre o plano B mas não consegui.
Voltaremos ao assunto.
Obrigado
CP