terça-feira, 7 de dezembro de 2010

OBAMA IMITA BUSH



O DESCRÉDITO DO PRESIDENTE AMERICANO


Obama, que já tinha dado sobejas provas de não estar à altura das expectativas criadas, acaba de confirmar as piores suspeitas que a seu respeito se foram formando.

O acordo que acaba de fazer com os republicanos de prorrogação das isenções fiscais aos ricos deve ter selado o seu destino como presidente de um só mandato.

Obama não percebeu o que se passou nos primeiros dois anos do seu mandato, não compreendeu o essencial da história política americana do pós-guerra, não conhece o partido republicano. Enfim, a inteligência pode ser muita...mas não chega para o essencial.

A partir de hoje é um presidente refém de um partido que o detesta e um presidente detestado por um partido que deixou de acreditar nele.

Aquela coisa de citar amiúde o Reagan não augurava nada de bom...

2 comentários:

ariel disse...

Paz à sua alma!

A Choldra disse...

Os entusiastas da eleição de Obama não subestimaram, também eles, aspectos essenciais dos limites à acção do presidente? No meu limitado entendimento deste emaranhado, penso que o que vai decidir definitivamente a sorte de Obama vais ser a questão do nuclear do Irão.
Desvanecida a esperança criada, agora a esquerda tem que se virar novamente para a frente anti-judaica que é apesar de tudo onde tira mais "sumo".
Lt