quinta-feira, 26 de julho de 2012

A RESPONSABILIDADE DE PRIVATIZAR COM O EURO EM VIAS DE IMPLOSÃO



QUEM SABE O QUE VAI ACONTECER A ESPANHA?

Sobre as privatizações da TAP, da REN e da RTP há mais a dizer para além de tudo o que já foi dito aqui e noutros lados em múltiplas ocasiões. Tendo em conta a situação em que se encontra a zona euro, com três países intervencionados, todos eles mergulhados em recessão, com dois à beira de não poderem financiar-se no mercado pelo exorbitante preço dos empréstimos de que necessitam para continuar a honrar os seus compromissos, com o euro muito próximo do colapso, que sentido tem as nacionalizações que o Governo quer fazer? O que se pretende com elas? Obter dinheiro, dirá Gaspar, para abater à dívida. Pura ilusão: se o euro terminar, hipótese mais provável, ou se, na hipótese menos provável, a Grécia, Portugal, a Espanha e a Itália tiverem de abandonar o euro e este continuar, aquelas privatizações vão ficar muito caras ao povo português e a Portugal, pois numa altura em que se fará necessariamente a renacionalização das políticas económicas e financeiras a perda daqueles sectores estratégicos para mãos estrangeiras, importantíssimos para a economia nacional, deixará o país numa situação gravíssima.

Com o colapso do euro ou com o abandono do euro por um grupo de países, a União Europeia não mais existirá como hoje a conhecemos. O mais provável é que ela se desfaça, mas mesmo que isso não acontecesse cada país passaria a tratar da sua própria vida de acordo com as necessidades impostas pela situação de emergência em que se encontraria. Se aqueles sectores estratégicos estiverem privatizados nem sequer se pode pôr de parte a hipóteses de eles virem a ser novamente nacionalizados, porventura em clima de hostilidade, com todas as consequências que daí adviriam.

Se outras razões não houvesse, e há muitas, a mais elementar prudência levaria a que o Governo suspendesse de imediato estes processos, qualquer que fosse a justificação apresentada, até poder ver com mais nitidez como vão evoluir as coisas na Europa. Actuando como parece que está disposto a actuar, o Governo não está apenas a ser imprudente, está a cometer um crime de lesa-pátria pelo qual não pode deixar de ser responsabilizado.

Mas não é só o governo que está a actuar contra o interesse nacional. Não é apenas Passos Coelho, Gaspar e Portas que terão de ser responsabilizados pelo que estão a fazer. Há mais: pela calada, ou seja sem qualquer discussão prévia, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa facilitou ou até se pode mesmo dizer possibilitou a privatização da ANA, uma empresa altamente lucrativa que o Estado Português está em vias de perder.

Havia uma disputa de décadas sobre a propriedade dos terrenos em que está situado o aeroporto de Lisboa. A propriedade era simultaneamente reclamada pelo Estado e pela Câmara. Havia mesmo ao que parece um processo judicial instaurado há muitos anos que nenhum juiz “se atrevia” a resolver. A Câmara aparentemente mantinha sobre o assunto uma posição firme, tanto mais firme quanto mais perto esteve de se concretizar o projecto de construção do novo aeroporto de Lisboa. Diversas vezes João Soares, enquanto presidente da Câmara de Lisboa, falou publicamente do assunto, deixando claro que os terrenos eram da Câmara, dos quais nunca abdicaria. O actual presidente da Câmara chegou mesmo a dizer nas campanhas eleitorais que esses terrenos se destinariam à construção de um grande parque, de uma enorme zona verde, caso o aeroporto viesse a sair de Lisboa.  

Tudo conversa, tudo mentira. O presidente da Câmara, António Costa, acaba de vender ao Estado os tais terrenos ao que parece por baixo preço. Mas isso não é necessariamente o mais importante. O mais importante é ele ter resolvido em poucos dias uma disputa que durava há décadas para facilitar a privatização.

Portanto, se amanhã ouvirem dizer a alguém do PS que é ou que o partido é contra estas privatizações, por favor, não acreditem. Não se deixem enganar. São iguais aos que lá estão. Porventura ainda pior. É que os que lá estão só enganam quem se quer deixar enganar enquanto estes fazem da duplicidade do discurso a sua verdadeira profissão.


11 comentários:

Ana Paula Fitas disse...

Fiz link, meu amigo... num post intitulado "OCDE "fura" optimismos demagógicos"... obrigado!
Abraço.

pvnam disse...

Não há necessidade do Estado possuir negócios do tipo cafés (etc), porque é fácil a um privado quebrar uma cartelização... agora, em produtos de primeira necessidade que implicam um investimento inicial de muitos milhões... (mesmo sendo inquestionável, todavia, na minha opinião, o facto de que é a iniciativa privada o motor do desenvolvimento económico) é uma ÓTARICE deixar tais actividades estratégicas para a soberania à mercê dos privados!
Exemplos:
- roubalheira a 'torto e a direito': Portugal tem a terceira gasolina mais cara da Europa antes de impostos;
- chantagens: a espanhola 'Endesa' decidiu chantagear o Estado português;
- e mais chantagens: para que a Europa não caísse num caos económico, a dívida da Grécia a privados foi transferida para os contribuintes (instituições públicas);
- e... mais chantagens: economistas que aconselhavam a privatização da Caixa Geral de Depósitos... depois, para que a economia do país não caísse num caos... passaram a aconselhar... (nota: e depois de terem sido desviados milhões e milhões!!!) a entrada do Estado em negócios "madoffianos": nacionalização do BPN, Estado vai controlar posição accionista de 20% no BCP, etc.

Anónimo disse...

Pondo o Reino Unido à parte, pois só teoricamente é que pertence à CEE, isto é, só para o que lhe convém, há tres estados que estão ansiosos que a Comunidade acabe – França, Itália, Espanha- e um quarto que a tenta aguentar: Alemanha. Então por que estão os três primeiros interessados que acabe e a Alemanha não? Porque os primeiros, numa situação de crise, são auto-suficientes, isto é, têm comida para alimentar os seus povos e a Alemanha não, precisando de vender o que fabrica para comprar comida. Por isso, interessa-lhe emprestar dinheiro a paises já endividados que deixaram de produzir, pois depressa esse dinheiro vai sair para comprar o que precisam. Mas, sendo assim, por que ainda não acabou a CEE? Porque a França teme a concorrência da Espanha e da Itália e tentará primeiramente afastar esses concorrentes, pelo menos um, a Espanha, o que não vai ser fácil.Contudo, fala-se à boca cheia que esses paíes têm dívidas astronómicas e vão mergulhar em crises graves! Mas isso nunca se passará, porque basta os respectivos governos dizerem que só pagam as dívidas quando tiverem dinheiro e eu pergunto: quem os vai boicotar? Ninguém. Já o mesmo não se pode dizer daqueles estados que destruiram o seu tecido produtivo e vivem à míngua dos subsídios e à espera da solidariedade que, de facto, nunca existiu , nem pode existir, permanentemente, entre estados.

Anónimo disse...

Para que os comentários estejam ao nível dos textos do autor do blogue, é imperioso que Miguel Serras Pereira aqui volte a comentar.
Disse.

Anónimo disse...

May I just say what a relief to discover someone that genuinely knows what they are talking about on the web.
You certainly know how to bring an issue to light and make
it important. More and more people ought to check this out and understand this side of your story.

I was surprised that you aren't more popular since you most certainly have the gift.
Also see my website > www.yourtobaccosstore.com

Anónimo disse...

Remarkable! Its actually remarkable paragraph, I have got
much clear idea regarding from this post.
Check out my homepage : piano lessons

Anónimo disse...

Write more, thats all I have to say. Literally, it seems as though you relied on the video to make
your point. You definitely know what youre talking about,
why throw away your intelligence on just posting videos to your site
when you could be giving us something enlightening to
read?
Feel free to surf my page :: diablo 3 guide

Anónimo disse...

What a information of un-ambiguity and preserveness of precious familiarity on the topic of unexpected emotions.
Here is my blog post :: erinmore

Anónimo disse...

These are genuinely wonderful ideas in on the topic of blogging.
You have touched some good things here. Any way keep
up wrinting.
Feel free to surf my web page : how to get rid of man boobs

Anónimo disse...

This is a good tip particularly to those new to the blogosphere.
Simple but very precise information… Many thanks for sharing this one.

A must read post!
Feel free to visit my weblog samson tobacco

Anónimo disse...

You need to be a part of a contest for one of the finest sites on the web.
I will highly recommend this blog!
Feel free to visit my web page ... how to make money from website