segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A NOVA DESCOBERTA DE MARCELO REBELO DE SOUSA


O PASSADO ALTERNATIVO

MRS não pára de nos surpreender. Enfim, depois das habituais incursões que estamos habituados a ver-lhe fazer nos mais variados domínios, eis que ontem o vimos enveredar por um campo só mesmo ao alcance dos videntes: a prognose póstuma de um passado alternativo!
Só mesmo ao alcance de MRS. É que, segundo São Thomaz de Aquino, Deus pode fazer tudo, excepto alterar passado. Pois não é que ontem Marcelo "ousou desafiar" Deus.
Assistiu-se então a uma coisa nunca vista: Marcelo, com a maior tranquilidade deste mundo e com todo o descaramento que um mortal pode ter, explicou, com nomes e factos, o que teria sido até hoje a política portuguesa se não tivesse havido Camarate! Como teriam sido os governos, as coligações, o papel de Cavaco, o dele, o de Barroso. Enfim, não há como descrever. Só vendo se acredita.
A política portuguesa está a entrar numa fase de para-normalidade!

7 comentários:

ariel disse...

Filme por filme, preferi ir ver Cópia Certificada, tem um realizador/argumentista imaginativo e uma Binoche deliciosa...
:)))

Ana Paula Fitas disse...

Excelente observação sobre declarações que também ouvi... claro que preferiria ter seguido a sugestão da Ariel mas, presumo que, por culpa do frio, nem me lembrei (aguardo o próximo feriado)... felizmente, 2 horas depois dessa sessão "espírita", pude ver "Quem Quer Ser Bilionário" e, enfim, senti-me devolvida à realidade.
Abraço :))

Anónimo disse...

Na verdade, estas incursões de MRS já não me causam qualquer espanto. Desde há muito que nos habituámos a que o homem atire sobre tudo o que mexe, voe, nade ou caminhe. Era, pois, apenas uma questão de oportunidade ou tempo para que atirasse, também, sobre o que não mexe: o passado.
Ao invés, o que, sinceramente, já me estava a espantar era o facto de o assunto Camarate ainda não ter aparecido. É que estamos já bem perto de uma eleição e, coincidentemente, sempre que há eleições em Portugal, aí está o assunto em força nos media, como se tivesse acontecido ontem.
Assim já estou mais tranquilo. Há dias foi o “celebérrimo” professor Diogo a publicar um “livro” sobre o assunto. Agora foi o não menos célebre MRS a abordá-lo. A coisa começa a compor-se. Afinal, tudo como dantes…

JR

JMCPinto disse...

Meu Caro JN

O celebérrimo prof. Diogo...o mesmo que no dia do acidente ou no seguinte - já lá vão muitos anos e não me recordo bem se foi no dia ou no seguinte - garantia aos portugueses numa declaraçaõ formal que tinha sido um acidente.
Espantoso não é que o dito Diogo diga agora algo diferente do que disse entes; o que seria espantoso é que ele mantivesse uma mesma opinião...por mais tempo do que o imposto pela conveniência da dita! Isso é que seria espantoso!

horta pinto disse...

Também não vi o entertainer MRS,pois em vez de me irritar a vê-lo e ouvi-lo preferi ver na RTP 1 o "Conta-me como foi". Mas só mesmo um "adiantado mental" como ele se atreveria a fazer história no condicional!

Raimundo Narciso disse...

É o Marcelo "criador de factos políticos". Não se lembram de quando ele lixou o então seu amigo Paulo Portas quando lhe relatou com a minúcia da vichyssoise uma reunião reservada com o Presidente da República que não houve e que o PP noticiou minuciosamente na folha da chicana política que era o Independente?
Quanto a Camarate é necessário dinamizar, com estudos e pareceres a "economia" dos professores de direito que são gente de muito alimento.

Jorge Almeida disse...

Para quem não viu e gostava de ver, aqui vai o link:

http://www.tvi.iol.pt/mediacenter.html?load=1&gal_id=128762