terça-feira, 3 de março de 2009

CACHORRINHOS AMESTRADOS



A RECONSTRUÇÃO DA FAIXA DE GAZA


Uma conferência de doadores, reunida em Sharm-el-Sheik, no Egipto, comprometeu-se a financiar a reconstrução de Gaza com cerca de 4, 5 mil milhões de dólares, o equivalente a cerca de 3,5 mil milhões de euros.
A situação humanitária em Gaza tem sido alvo das críticas de todo o mundo. No entanto, nem Tony Blair (o enviado especial do Quarteto), nem o inefável Solana (alto representante da UE) se tinham alguma vez deslocado àquele território, desde que o Hamas ganhou as eleições. Todavia, bastou que John Kerry o tivesse feito há uns dias atrás, para que aquelas “ilustres personalidades” se sentissem na obrigação de também o fazer.
O mais grave desta história é que o mundo está cheio de gente desta, a todos os níveis, principalmente na política. E com invertebrados não é possível estruturar o que quer que seja…
Voltando a Gaza. O Hamas não participou na conferência, embora a sua realização tenha constituído uma derrota para Israel.
Clinton, que esteve na parte final da conferência, chegou esta noite a Telavive para a sua primeira prova de fogo com os dirigentes israelitas. Ainda é muito cedo para ver com clareza o futuro próximo do Médio Oriente. No entanto, se a nova administração levar a sério a criação de um Estado palestiniano, não será necessário ser muito forte em previsões para antecipar grandes dificuldades com o Likud e seus mais que prováveis aliados, racistas e colonialistas, da extrema-direita.

2 comentários:

Carlos Santos disse...

Caro amigo,

Mais um capítulo desta batalha anti-neoliberal:
http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/03/insistencia-nas-falacias-do.html

Carlos Santos disse...

Um texto sobre a verdade na UEM:
http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/03/os-erros-no-desenho-neoliberal-da-uem-e.html