segunda-feira, 16 de março de 2009

O PEDIDO DE DEMISSÃO DE DIAS LOUREIRO



A PETIÇÃO ON LINE

Li num jornal de domingo que está a circular na internet uma petição reclamando a demissão de Dias Loureiro, a qual lhe será entregue, e também na Presidência da República, quando alcançar dois mil subscritores, o que se espera venha a ser conseguido nas vésperas da segunda audição do conselheiro de Estado na comissão parlamentar de inquérito que se ocupa do caso BPN.

A minha dúvida é a seguinte: convém pedir a Dias Loureiro que se demita ou convirá mais deixá-lo a ”fritar em fogo lento” até que a CPI conclua o seu trabalho e o processo judicial avance para uma nova, e mais inequívoca, fase? Fazer pressão à esquerda para que ele se demita nesta “fase do campeonato” não será fazer um grande favor a quem o nomeou?
Ou será que a petição tem apenas o propósito, digamos, florentino, de o fazer permanecer no lugar?

1 comentário:

JVC disse...

Viva a lucidez! E, perdoe-se a imodéstia, foi por isto mesmo que não assinei a petição quando mo propuseram.

E vem a propósito lembrar os 5 nomeados por Cavaco, todos pessoas de enorme sabedoria e experiência política, de isenção: João Lobo Antunes, Dias Loureiro, Marcelo Rebelo de Sousa, Miguel Anacoreta Correia. Acho muita graça principalmente a JLA, que conseguiu a proeza de ser mandatário nacional tanto de Sampaio como de Cavaco e que de experiência política, fora isso, e desde o nosso tempo comum de estudante, tem zero.