terça-feira, 23 de junho de 2009

AGRADECIMENTOS


TARDIOS, MAS SINCEROS

Um pouco por falta de tempo e talvez de tranquilidade (tenho escrito sempre a correr) ainda não pude agradecer à Ana Paula Fitas a distinção que concedeu à Politeia no A Nossa Candeia.
E, como vem a calhar, agradecer também aos meus amigos JVCosta que, com textos sempre muito interessantes, às vezes só para os amigos, me vai chamando a atenção para temas que me escapam ou para uma perspectiva diferente de os encarar. Ao MCR, velho camarada de Coimbra, que com os seus comentários (aqui e noutros blogues) e textos, no Incursões, enriquece a blogosfera. Também à Anamar, no Mar à Vista, ao Castendo e ao Antreus. Finalmente, ao Osvaldo de Castro que, não estando muitas vezes de acordo comigo e não obstante as responsabilidades políticas a seu cargo, sempre que aparece é para ser simpático.

2 comentários:

JVC disse...

Duvido de que a nossa perspectiva seja assim tão diferente. Abraço.

Ana Paula Fitas disse...

Obrigado, meu amigo. A distinção é merecida... e a inteligência reconhecida!Um abraço.
Ana Paula Fitas